Welcome to Pratique Movimento

Olá a todos.

Esse é nosso primeiro contato aqui em nosso blog.

Primeiramente vou me apresentar: Me chamo Rodrigo Salustiano Lima (não, não serei apenas eu que escreverei aqui. Temos uma equipe de amigos, professores, movers, e outros profissionais da área que terão espaço por aqui). O objetivo é tentar difundir ideias, artigos e opiniões de qualidade, fortalecendo cada vez mais essa comunidade.

Antes de mais nada, preciso explicar como cheguei até aqui. Se uma vez li um livro chamado “Uma breve história do mundo”* com pouco mais de 300 páginas , não é possível que eu não consiga fazer uma breve história minha em um texto.

(* eu não disse que o livro é bom ou que vale a pena ler ele, vale frisar)

Eu poderia começar falando do dia em que fiquei em pé pela primeira vez quando era um bebê, ou do dia em que eu fui pra uma colônia de férias aprender judô e um rapaz mais velho me deu um chute nas partes baixas e o professor aplaudiu e riu, ou de quando minha mãe e pai reclamavam porque eu nunca parava em nenhum esporte (perdoem eles por favor, eles não tinham noção do benefício que significa isso pra um pequeno Homo Sapiens), ou até mesmo no dia do meu primeiro movimento nesse mundo de fora, quando me puxaram de um lugar quentinho e meus pulmões se expandiram para que o ar entrasse.

Mas vou começar falando de quando decidi fazer Educação Física, contra tudo e contra todos. Mentira, meu pai até me deu uma força verbal, mas até mesmo a sensibilidade de um adolescente de 18 anos foi suficiente pra perceber aquela respirada mais profunda, aquela torcida no pescoço e uma desviada de olhar… algo não cheirava bem!!!!

Enfim, foram 04 anos de muito aprendizado, de todos os tipos… dos bons e dos ruins, mas o que vale são os poucos momentos e as figuras inspiradoras que de algum modo sempre deixavam no ar que aquilo ali era apenas uma matrix para o que realmente significava a profissão.

Após me formar, já trabalhava em diversas áreas: academia tradicional; educação física escolar; dando aulas de capoeira (sim, tenho 12 anos de prática dessa arte que, com certeza, vai sempre andar ao meu lado. Mas esse assunto merece um post próprio); preparação física para atletas, etc. Porém uma profecia que, só quem mora na capital de nosso País vai entender se realizou: “Para ser feliz em Brasília é simples, nasça, cresça, passe num concurso público, compre um umidificador, um apartamento em Águas Claras e morra”. Tudo bem, eu resolvi interromper a profecia quando passei num concurso público, e não quis nem comprar meu umidificador.

Mesmo quando estudava para ter um cargo público, e também quando já trabalhava 8 horas por dia atrás de um computador, eu nunca deixei de estudar, fazer cursos, praticar, dar aulas e me desenvolver em diversas áreas do movimento. Até que, uns 3 anos atrás, conheci pela internet um cara chamado Ido Portal, e uma tal “Cultura do Movimento” que ele facilitou o desenvolvimento. Você já teve aquela sensação de pensar: “Não acredito nisso!!!!!! Eu pensei, senti e vivi coisas assim minha vida inteira e esse cara botou tudo em palavras, e o melhor: dentro de um Método!!”????

Pronto, a isca foi lançada. Nessa era de informações aos montes pela internet, achar algo de qualidade é raro, e precisamos dar valor. Dei tanto valor que comecei uma jornada ao redor do mundo para conhecer mais do Método e da pessoa Ido Portal. Miami, Perth, Sidney, Phuket, Copenhagen, e até mesmo hospedando meu professor e amigo aqui em Brasília e no Rio de janeiro por 2 semanas. IMPAGÁVEL!!!!!

Posso tentar explicar aqui do que se trata o Método, mas nem que eu fizesse um livro do tamanho do “Uma breve história do mundo” eu conseguiria. Ainda estou aprendendo e pretendo continuar aprendendo sempre. Isso é uma jornada para toda vida, a jornada que eu escolhi, a minha e somente minha jornada, pois todos somos diferentes, e eu escolhi ser o melhor Rodrigo Salustiano Lima que existe no mundo.

Não quero uma educação física de protocolos prontos, de tutoriais de internet, de apenas artigos acadêmicos que negam todo conhecimento de fora do seu mundinho, e nem de mundinhos extremamente empíricos que negam e fecham os olhos para os diversos e extremamente úteis artigos acadêmicos, não quero uma educação física onde você dependa sempre de um “treinador”, de um ambiente competitivo, de salas fechadas, de roupinhas da moda e barriguinhas pro verão.

Quero que sejamos todos donos e conhecedores de nossos próprios corpos, nossos templos que, muitas vezes, se tornam nossas prisões! Quero aprender com quem sabe mais, ensinar quem sabe menos, usar o que funciona e descartar o que não funciona. Mudar de ideias, ter ideias novas, resgatar ideias velhas. Quero facilitar a criação de hábitos saudáveis nos seres humanos!!!!!!!!

Quero poder escrever de vez em quando assim, informalmente, e juntar cada vez mais pessoas de bem e com vontade de aprender a se movimentar!

Prazer.

Pratique Movimento, pratique uma vida melhor!!!!

Rodrigo Salustiano Lima.

Publicar Comentário